Encontre o que procura

Necessita ajuda?
Alguma dúvida?
Será um prazer ajudá-lo(a).

Contato

Fort E Pen

Descrição
  • Antibioticoterapia de ação sustentada.
  • Para caninos, felinos, equinos, bovinos, suínos, ovinos e caprinos.
  • Suspensão estéril pronta para usar.
Fórmula

Bencilpenicilina benzatínica ……………………… 10 g (10.000.000 UI)
Bencilpenicilina procaínica ……………………….. 10 g (10.000.000 UI)
Sulfato de Diidroestreptomicina ………………… 16.400.000 UI
Excipientes qsp ………………………………………… 100 ml

Indicações

Para o tratamento de infecções do trato respiratório superior, pneumonias bacterianas, pneumonia enzootica dos bezerros, broncopneumonias, traqueobronquite, processos infecciosos causados por Erisipela, celulite, abscessos e feridas complicadas.

Para o tratamento de febre uterina em bovinos, síndrome MMA (mastite, metrite, agalactia da porca), peritonite, nefrite, pielonefrite, cistite, hepatite, septicemias, antraz, leptospirose, tétano, adenite equina, actinomicoses, infecções puerperais, clostridioses, infecções pós-cirúrgicas ou traumas e doenças causados por micro-organismos sensíveis à fórmula.

Para o tratamento de doenças sistêmicas agudas ou crônicas causadas por germes sensíveis à associação penicilina – diidroestreptomicina.

A Penicilina G ou Benzilpenicilina é ativa contra: Streptococcus spp. e Staphylococcus spp. que não produzem penicilinases. Também é ativa contra algumas bactérias Gram positivas e Gram negativas, incluindo Corynebacterium spp., Listeria monocytogenes, Pasteurella multocida e Haemophillus influenzae. Também é ativa contra muitas bactérias anaeróbicas Gram positivas e Gram negativas, como a Fusobacterium spp., Peptococcus spp. e Peptoestreptococcus spp. e também contra algumas cepas de Bacteroides spp. e Clostridium spp. Esta droga também é ativa contra espiroquetas, incluindo Leptospira spp. e Borrelia burgdorferi.É inativa contra Pseudomonas, a maioria das Enterobactérias e os Staphylococcus produtores de penicilinase.

O espectro de atividade da diidroestreptomicina inclui muitas bactérias aeróbicas Gram negativas, particularmente, E. coli, Klebsiella pneumoniae, P. aeruginosa, Proteus spp e Serratia.
Embora E. coli e algumas espécies de Pasteurella spp, Salmonella spp e Brucella spp sejam suscetíveis à diidroestreptomicina, a efetividade desta droga sobre elas é limitada.

Os aminoglucósidos não são eficazes contra a maioria dos micro-organismos Gram positivos, exceto os Staphylococcus spp. Os bacilos Gram negativos e alguns Staphylococcus spp. são suscetíveis. As formulações que contêm diidroestreptomicina são indicadas para o tratamento de infecções causadas por Corynebacterium pyogenes, Staphylococcus aureus, Klebsiella spp., Leptospira spp., Pasteurella spp., E. coli, Listeria spp. e Proteus spp.

Apresentação

Frasco-ampola contendo 25 e 100 ml.

Prospecto Compartilhar Registrado em
  • Argentina
  • Bolivia
  • Ecuador
  • Guatemala
  • Paraguay
  • Peru
  • Uruguay
  • Venezuela